Sobre o que você quer saber?

terça-feira, 17 de março de 2009

Ultrassonografia da mama – quando é preciso fazê-la?

Muitas pacientes relatam ter dúvidas sobre a diferença entre a mamografia e a ultrassonografia. A mamografia é o exame solicitado pelo médico para detectar pequenas lesões nas mamas, antes mesmo de se tornarem palpáveis. Como já tratado em post anterior, ela deve ser realizada anualmente, a partir de 40 anos, e é o único método que pode garantir a detecção precoce do câncer de mama.

É preciso esclarecer que outros exames, como a ultrassonografia e a ressonância magnética, não substituem a mamografia e são recomendados apenas em algumas situações, para complementá-la, especialmente no grupo de alto risco.

Na maior parte das vezes, a ultrassonografia é solicitada quando existe achado na mamografia ou no exame físico, no caso do aparecimento de formações anormais nas mamas para confirmar se o nódulo, ou área mais densa detectada pela mamografia é mesmo um tumor, ou apenas um cisto.

Os cistos são formações benignas que não apresentam risco para o câncer de mama. Eles se desenvolvem, geralmente, em mulheres por volta dos 40 a 50 anos. A maioria das mulheres não apresenta sintomas, porém, se os cistos forem grandes, pode haver algum desconforto ou dor. Atualmente, a ultrassonografia é capaz de caracterizar bem os cistos, excluindo a possibilidade de tumores sólidos.


Por Dra. Ellyete Canella
Radiologista da Rede D'Or e do Instituto Nacional de Câncer - INCA

Nenhum comentário: