Sobre o que você quer saber?

quarta-feira, 25 de março de 2009

Saiba como tratar o corrimento vaginal de forma adequada

O corrimento vaginal é uma secreção natural do organismo feminino, que pode variar em quantidade, de acordo com o ciclo menstrual. Ele nada mais é do que material de algumas glândulas do aparelho reprodutor feminino, junto com a descamação de células e bactérias da flora vaginal. Um processo natural do corpo, muito comum nos anos em que a mulher está apta para a reprodução.

Algumas vezes, esse fluxo vaginal pode sofrer alterações e ter seu volume aumentado, devido a outros fatores, tornando-se incômodo, constrangedor e, principalmente, um sinal de que alguma coisa na saúde não vai bem e precisa ser cuidada. Essas alterações podem não se limitar à intensidade do fluxo, sendo muitas vezes acompanhadas de odor desagradável, coceiras, ardor ou vontade aumentada de urinar. Quando o corrimento vaginal apresenta alguma dessas modificações, ele é chamado de leucorréia, vaginite ou vulvovaginite, e representa uma das causas mais freqüentes de consultas ao ginecologista.

Os motivos mais comuns da vaginite são as infecções vaginais, infecções de colo de útero e as doenças sexualmente transmissíveis. Doenças como candidíase, tricomoníase, bactérias, herpes, câncer e sífilis, além do uso de roupas sintéticas, amaciantes, papel higiênico e sabonetes perfumados podem estar ligados ao surgimento da doença, por provocarem a inflamação ou contaminação da flora vaginal. Também mudanças hormonais e até mesmo a gravidez podem ser causas de corrimento.

Por isso, o tratamento certo para o corrimento vaginal varia de acordo com cada caso. A princípio, o diagnóstico é iniciado com a avaliação do histórico sexual e dos hábitos da mulher. Depois, seguem-se exames ginecológicos (Papanicolau, laboratoriais, etc), para que o médico possa identificar de fato o que está acontecendo e o distúrbio possa ser tratado adequadamente. Em algumas situações, o tratamento do parceiro também é indicado, para evitar a possibilidade de reinfecção. Às vezes, uma simples mudança de hábitos é a solução, como a troca de algum sabonete e até mesmo absorventes, pois algumas substâncias químicas encontradas nessas substâncias podem causar irritação e desconforto.

Durante a infância, é frequente a incidência de vaginites inespecíficas, geradas por uma higiene inadequada e pela maneira incorreta de realizar a higiene após evacuar. Já na menopausa
, assim como na gravidez, a alteração hormonal deixa a mulher mais suscetível a agressões externas e propensa às vaginites.

No sinal de qualquer uma dessas alterações, a mulher deve procurar imediatamente seu ginecologista, para que a causa do problema seja diagnosticada, tratada e as conseqüências reduzidas. Outra dica importante é sempre estar atento às medidas de profilaxia, ou seja, que previnem as patologias, como o uso de preservativos, higiene adequada e exames ginecológicos com a frequencia recomendada pelo médico.


Por Dr. Humberto Tindó
Coordenador de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Quinta D'Or


Clique no ícone e ouça o Dr. Humberto Tindó falando sobre corrimento vaginal



65 comentários:

Anônimo disse...

Desde já agradeço se me puderem tirar esta duvida. Sou Portuguesa 37 anos e quatro filhos e por acaso entrei neste blog enquanto pesquisava sobre o meu problema que é o seguinte:
Há quase dois meses que ando com hemorragias e dores fortes no útero, fui à minha medica que me aconselhou a retirar o implante, implanon pois podia ser disso mas nada, tudo continuou igual, depois mandou-me fazer o "estradiot", pensos à base de estrogénio que colava na barriga e isto durante 2 semanas, acontece que continuo na mesma e sem melhoras, pelo contrário as dores são cada vez mais assim como as hemorragias, resta-me dizer que em ecografia vaginal a medica dissse-me que tinha o útero fininho e escamado. Resta-me então o quê? O que será que tenho? Correrei o risco de anemia? E será que a minha melhoria passará por uma Histerectomia? Obrigado e ficarei à espera de uma resposta , agradecendo desde já a atenção.

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara amiga portuguesa,

É bem difícil para nós, médicos, responder a certos questionamentos, pois precisamos, como São Tomé, "ver para crer"; quero dizer que examinar os pacientes é de suma importância. De qualquer forma, parece-me que os seus sintomas estão relacionados ao uso dos esteróides exógenos (Implanon e Estradot) e, portanto, é necessário suspendê-los, usar um anti-hemorrágico e realizar uma vídeo-histeroscopia. Até pode vir a ser necessário chegarmos a uma histerectomia, mas não sem antes termos um diagnóstico adequado. Creio que existem algumas outras soluções antes.

Saudações,

Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...

Preciso saber o que fazer pra ajudar a amenizar o meu problema! há uns meses sinto que estou com um corrimento incomum, ele fica de cor violeta com um odor forte. Mas não é toda vez que isso acontece, ou então ele é de cor branca com menos cheiro. Mas me incomodo muito, quando sinto algo molhado na calcinha! Como tratar desse problema? aguardo uma resposta, obrigada!

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá,

O ideal é mesmo ir ao ginecologista e colher material do colo do útero e vagina, para ter o diagnóstico correto do que está causando o corrimento e poder tratar o problema de forma adequada.

Att.
Maria Cecília Erthal
Ginecologista e Obstetra

Anônimo disse...

OLÁ TENHO 17 ANOS TENHO RELAÇAO A 2 ANOS COM O MESMO PARCEIRO E NUMCA TIVE NENHUM TIPO DE POBLEMA, TENHO CORRIMENTO JAA FUI AO UM GENECOLOGISTA E ELE ME DISSE Q ESTAVA COM CORRIMENTO MAIS ME DISSE Q ISSO É DA IDADE,MAIS ISSO NUMCA PASSA O LIQUIDO QU DESCE É BRANCO E AS VEZES TEM MAL CHEIRO OQUE DEVO FAZER?...SE EXISTE UM REMEDIO P/ ISSO QUAL DEVO USAR?

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

É praticamente impossível falar sobre qualquer "corrimento" sem examiná-lo, mas quero dizer-lhe que é possível que ele seja fisiológico, memso com as características que você descreveu. O meu conselho é que você procure tirar todas as suas dúvidas com um ginecologista durante a consulta. Não deixe para perguntar depois, pois você tem direito de saber.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e Obstetra

Anônimo disse...

ola estou com um escorrimento na vagina ...parece q estou mestruada quando vou ter relaçao sexual com meu esposo sai um liquido com mal cheiro ..as vezes sinto dor quando vou ter relaçao serar por causa do mal chero ..oq serar mi ajuda por favor vou direto nos medicos
eles nao descobri nada ja fiz varis isames e nada nao sei oq fazer ...

Anônimo disse...

desde já agradeço se puder me ajudar.tenho 39 anos e três filhos,sou operada para não ter mais filhos.Após um ano de cirugia comecei a ter sangramento na relação sexual,sendo que isso acontece quando esta proxima da menstruação,ou seja tenho relação acontece o sangramento e apos quatro ou cinco dias a menstruação desce.Esse sangramento acontece apenas durante a relação,no outro dia fica apenas um corrimnto marrom.obrigada e ficarei á espera de uma resposta,quero deixar claro que já faço acompanhamento médico,já fiz vários exames e sempre da tudo normal.

Espaço Saude da Mulher disse...

Você deve fazer um exame de video-histeroscopia para esclarecer o motivo desse sangramento.

Dra. Maria Cecília Erthal
Ginecologista e Obstetra

Espaço Saude da Mulher disse...

Respondendo à pergunta anterior:

Olá,

O que você me conta sugere uma infecção vaginal, ou talvez uma situação que chamamos de "vaginose bacteriana". Por uma questão ética, apenas posso sugerir que você procure algum ginecologista que a examine corretamente.

Boa sorte e saudações.
Dr. Humberot Tindó
Ginecologista e obstetra

Anônimo disse...

Olá tenho 14 anos nunca tive relaçao sexual mas tenho tido corrimento frequentimente tenho vergonha de falar com a minha mae o que eu faço ?

Espaço Saude da Mulher disse...

Você não precisa ter vergonha de comentar isso com a sua mãe, pois ela é a pessoa que pode lhe ajudar a resolver o problema, encaminhando-lhe a um ginecologista da confiança dela. Isso pode estar acontecendo apenas em função do processo da ovulação que está se iniciando, ou pode ser uma inflamação.

Dra. Maria Cecília Erthal
Ginecologista e obstetra

ana regina disse...

Bom dia, gostaria de lhe perguntar qual o tratamento padrão para o seguinte sintoma: Corrimento vaginal e forte odor de peixe.
Este corrimento aliado ao dor iniciou-se após uma relação sexual, onde ocorreu a penetração anal e na seqüência ocorreu a penetração vaginal, trata se da contaminação da flora vaginal pela flora intestinal. É muito nitido para mim isso, afinal nunca tive problemas nesse sentido pois me abstive de relações com penetração anal até essa ocorrência.
Qual é a substância/princípio activo indicado nesses casos?
Agradeço antecipadamente sua resposta, entendo que publicamente isso não pode ser exposto, peço lhe por favor que remeta para meu endereço particular a indicação.
Peço lhe isto pois estou em uma situação financeira muito ruim e não posso arcar com os custos da consulta médica e dos exames.
Novamente grata por sua dedicação.
A.R.J.B.

Espaço Saude da Mulher disse...

Prezada Ana Regina,

Os sintomas que você me relata são compatíveis com uma vaginose bacteriana que corresponde ao desequilíbrio da flora vaginal com predomínio de bactérias anaeróbias e enterobactérias. O coito anal nunca deve preceder ao vaginal e, se isto for ocorrer, é fundamentel o uso de camisinhas diferentes para cada uma das situações. Uma das drogas em forma de creme que podem ser utilizadas nesse caso. Consulte um ginecologista, pois somente ele pode lhe receitar a melhor opção de medicação para o seu caso.

Atenciosamente,
Dr. Humberto Tindó

Anônimo disse...

Olá, Há cinco anos que tenho relação sexual so com parceiro, meu primeiro e único até alguns dias atras quando transei com um paquera. Só que depois da segunda relação sexual, dois dias depois que tive com esse paquera, comecei a notar um escorrimento meio transparente acompanhado de odor, mas nao é tao frequente, tem horas que sinto so o odor sem a presença do corrimento e outras vezes percebo a presença dos dois. Os sintomas que sinto sao so esses.
Agradeço pela compreensao e ficarei esperando por uma resposta.

Anônimo disse...

Olá,

Eu tenho uma dúvida, a minha filha de 6 anos tem corrimento, mas eu a levei a um pediatra e ele receitou Flogorosa, não fez exames, apenas se baseou pelo meu relato. Na idade que ela está não é viávellevá-la ao ginecolgista, correto?

Eu não sei o que devo fazer, levo no ginecologista ou no pediatra mesmo? Pode me ajudar doutor?

Tenho a impressão que o ginecologista é só para adultos, mas devido ao problema preciso de uma luz.

Obrigada

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá,

Compreendo que você procure alguma resposta que seja mais simples e que não a exponha, mas cabe-me informar que a probabilidade de que se trate de uma DST (Doença de Transmissão Sexual) é muito grande e, portanto, você deve procurar um ginecologista para examiná-la, colher amostra para exame e medicá-la corretamente, pois, só assim, poderemos quebrar a corrente de transmissão das doenças. Boa sorte!

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

São duas as principais causas de corrimento vaginal nas meninas:

1 - Higiene - principalmente relacionada ao sentido em que ela passa o papel higiênico, que deve ser sempre da frente para trás;

2 - Corpo estranho - nesta faixa etária é comum a descoberta da genitália e das sensações que sua manipulação provoca e, frequentemente, há a exploração e, eventualmente, a introdução de pequenos objetos.

A indicação do uso do Flogorosa tem por objetivo testar a 1ª hipótese; caso não haja melhora, aí sim, um ginecologista deve ser consultado.

Att. Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...

ola, minha filha esta com corrimneto vaginal e com feridas na regiao anal, ela tem oito anos, oque deve ser isso ,eu a levei ao medico e ele passo remedio de verme e uma injecao de penicilina , gostaria de saber se este tratamento esta certo ou tenho que leva- la a outro medico

desde ja muito obrigada...

Anônimo disse...

Olá, tenho 15 anos ja tenho relaçao sexual com meo parceiro faz 1 ano e estou tendo coçeiras e ardor vaginal, as vezes um pequeno corrimento. Oque eu posso fazer para melhorar?

Obrigada

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Os seus sintomas podem corresponder a vários diagnósticos e, dentre eles, alguma DST. Por isso, é fundamental que você seja examinada por um ginecologista.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Resposta à pergunta de anônimo de 17 de maio:

Minha cara,

É muito difícil para nós, médicos, fazermos diagnósticos, especialmente os delicados como este, sem examinarmos os pacientes. Se na última consulta a senhora não ficou segura e ainda está com dúvidas, sugiro fazer uma das duas coisas:

1 - Procurar o médico que consultou sua filha e pedir que lhe explique as hipóteses diagnósticas;

2 - Procurar outro médico.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó

Anônimo disse...

Olá, Boa noite, tenho 21 anos uma filha e tenho relaçao com o mesmo parceiro ha 7 anos, mas de alguns meses pra cá, temos tido relaçoes sexuais uma ou duas vezes por mes, e quando ocorrem, logo após o ato, tenho sangramento e um corrimento sem cor, mas com odor que me incomoda muito,e uma cólica na regiao do utero. fui na ginecologista e ela deu um remedio pra tomarmos, mas continua acontecendo, eu queria saber se isso se deve ao fato de ficarmos um longo tempo sem relaçao? e quais os exames que posso pedir a minha ginecologista para estar realizando.

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

É muito difícil dizer-lhe alguma coisa sem examiná-la, principalmente recomendar ao seu médico que peça este ou aquele exame. Com certeza, estes sintomas não estão relacionados ao fato de vocês ficarem um tempo sem relações sexuais e creio que o melhor seria que você procurasse novamente o seu médico e expusesse a sua evolução clínica. Isto estabelecerá um bom feedback e a chance dele acertar vai ser maior.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

Boa Noite, doutores, desde já agradeço a atenção.
Tenho 24 anos, e até um pouco de vergonha de dizer que acabei de descobrir pela internet que existe um muco chamado muco cervical que muitas vezes tem consistencia pegajosa e grossa, na cor branca para transparente. Confere?
Enfim, ele está relacionado ao nosso período fértil, e consequente ovulação, certo? Eu sabia que nós ovulávamos, é claro, mas não sabia que essa consistência do muco era comum. Por isso gostaria de saber, a incidência desse tipo de muco quase todos os dias é comum? Poderia ter algo a ver com meu atraso menstrual? (as vezes fico alguns dias atrasada, depois que parei de tomar anticoncepcionais, e não estou tendo relações sexuais)


Muito grata.

Anônimo disse...

Ola,Sou portuguesa e tenho 19 anos.
Gostaria de esclarecer algo.
Tenho tido corrimentos mas são incolores,sem cheiro e não acho que seja algo de errado,o que realmente me incomoda é o facto dele estar presente.
Gostaria de saber o que posso fazer em casa para parar este incomodo.

Agradeço a sua atenção desde de já e aguardarei uma resposta em breve.

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

O muco cervical é produzido todo o tempo pelas glândulas do colo uterino e, no período ovulatório, muda as suas características, ficando mais "viscoso" (se colocado uma quantidade do muco entre os dedos, ao afastá-los o muco forma um "fio", que pode chegar a ter mais de 5 ou 6 cm), transparente e inodoro. Quando você está fazendo uso de anticoncepcionais, não ovula e portanto, o muco praticamente desaparece. Como você parou a pílula, está começando a observar a mudança na sua fisiologia, seu funcionamento.

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e Obstetra
CRM 52-37574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, cara internauta portuguesa,

É muito difícil propor alguma coisa sem examiná-la. Parece-me, pelo que você contou no seu comentário, que o seu corrimento é fisiológico e, portanto, não tem nada a ser feito. No entanto, meu conselho é: PROCURE UM GINECOLOGISTA.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e Obstetra
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Espaço Saude da Mulher disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Olá...tenho 24 anos sou casada a 4 e á 1 ano e meio parei de tomar anticoncpicional pois quero engravidar. Minha mestruação está atrasada á 7 dias e nesse mesmo periodo surgiu um corrimento branco com odor forte...nunca tive desta maneira.
o que pode ser?
sera que estou gravida?
é devido ao atraso menstrual?

Anônimo disse...

quando esteva gravida da minha filha ganhei corrimento k ate tive k meter uns ovulos pela a vagina, mas isso nao resultou entretanto eu tenho diariamente corrimento ja fiz de tudo e nada, ultimamente o corrimento tem sido esbranquecado e ate se parece com rranho, e a minha mastruacao tambem ja nao e igual ele agora e tipo o corrimento mas e castanho escuro?
desculpel se nao me espliquei bem, mas gostaria de saber o k se passa comigo? sera k e normal isso.
fico ha espera de uma resposta Obrigado por tudo bjs ficam bem

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

A primeira coisa que você deve fazer é dosar o Beta HCG no sangue; depois procure o seu médico.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e obstetra

Anônimo disse...

Eu tenho corrimento mais não sei o que eu faço se conto à minha mãe ou se deixo esse segredo só pra mim. Já pensei em procurar um ginecologista mais estou com medo por que eu já tive um relação sexual.

Espaço Saude da Mulher disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Esta tem sido uma das dúvidas mais comuns no blog, mas a resposta continua sendo difícil porque o "corrimento" é o sintoma que mais frequentemente aparece nas afecções ginecológicas e, por isso mesmo, é necessário um exame
bem feito e, na maioria das vezes, com colheita de material para o
labarotório nos ajudar. Sugiro que você agende uma consulta próximo à sua casa.

Saudações,
Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e obstetra

Espaço Saude da Mulher disse...

Cara internauta,

o melhor é sempre procurar o ginecologista para que ele possa avaliar a causa do corrimento e também lhe dar as orientações de que necessita. Lembre-se que o que você leva ao consultório fica somente entre o médico e o paciente.

Att.
Dr. Humberto Tindó

Anônimo disse...

Me ajude por favor
tenho corrimento vaginal deis dos 11 anos
e hj tenho 15 anos
Nunca fui ao ginecologista
Pois tenho muita vergonha
aqui onde eu mora as Gine... Ficam
falando das pacientes com Outras Pessoas Exemplo> O tamanho da Vgn
das Mulher essas Coisas

Percebi isso qnd menstruei pela 1ª vez
dai vi uma gosma Branca com sangue

Mais nao sabia oqe era

fedia a peixe Mais depois de alguns anos mudou de Odor
me encomoda muita pareçe que estou menstrudada o ano inteiro e
fico meia constrangida dos Outros sentirem o cheiro
Tenho vergonha de contar para a minha mae


sempre olho minha vgn para ver como ela está e vi ela tipo cortada dos lados na "mucosa" Nao sei se esse eo nome da coisa que fica no meio da vgn
dai eu fiquei apavorada porq pensei que estava caindo
tem possibilidades disso aconteçer cmg?
Tenho muito medo disso
As vezes Coça muito
e até doi
tenho vergonha de ir ao ginecologista
Por tenho vergonha do meu corpo
e vai que ficam reparando dai iria ficar com muita vergonha
sou muito timida
isso éo que mais me atrapalha
tem algum sabonete intimo indicado para adolescentes ?
Me responda por favor estou com muito medo
Minha vgn me emcomoda muito

Anônimo disse...

Posso Estar Tomando Algum medicamento Para corrimento ?
sem ir ao medico ?
Qual Remedio Devo Tomar ?
Ah Lembrando que tenho só 15 anos
e Não tenho relação Sexual

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Sinto lhe dizer que você precisa ser examinada. É impossível fazer qualquer coisa por você sem um exame ginecológico bem feito. Peça a uma amiga de verdade a indicação de um médico de confiança. Tenho certeza de que este é o melhor caminho para você. Boa sorte!

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,
Não é recomendável que você tome qualquer medicamento sem prescrição médica.

Saudações,
Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

Tenho 13 anos,nunca tive nenhuma relação sexual,mesmo assim tenho corrimento.
Já fiquei menstruada,mas nunca fui em um ginecologista porque tenho muita vergonha.
O que devo fazer ?
obrigada.

Anônimo disse...

Oi eu tomo anticoncepcional a 1 ano uso preservativo e tudo. dia 9/01/11 começou a sair um líquido dentro de miim, acho qe é corrimento, tem cheiro forte e as vezes é meio rosa ou branco. Estou nervosa espero qe nao seje nada grave. Por Favor me ajuude!

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Em primeiro lugar, preciso insistir na necessidade de você vencer a sua vergonha, pois hoje em dia existem profissionais qualificados e com muitos e variados perfis; escolha um com o qual você possa se sentir menos envergonhada. O corrimento precisa ser examinado, pois só assim poderemos afirmar se ele é "normal" ou não e o fato de você ter menstruado não a obriga a ter que fazer um exame, mas sim o fato de você ter queixas e dúvidas.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

olha eu tenho corrimento vaginal, mas sou adolescente e causa odor, nao me sinto avontade de ir ao ginecologista, entao como posso curar isso?

Obrigado!!!

Espaço Saude da Mulher disse...

Resposta ao comentário do dia 13/01/11

Minha cara,

Infelizmente, diante destas situações, se impõe o exame ginecológico, pois só por meio dele podemos dar a orientação adequada. Procure um ginecologista. Boa sorte!

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

Ola Doutor tenho 19 anos e tenho corrimento desde pequena ,ele nao possui um odor forte nem nada ,mas nunca parou e sinto tb uma coceira quando faço uso de calcinha sem ser de algodao...Posso ter uma infcçao ou essa coceira pode ser apenas devido a uma alergia??E o corrimento sem odor q tenho desde pquena pode ser alguma doença??ou infcçao???Grata pela sua atençao...

Espaço Saude da Mulher disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Espaço Saude da Mulher disse...

Resposta ao comentário de 19 de janeiro de 2011:

Minha cara,

Infelizmente, o que tenho a lhe dizer é que o exame é fundamental para o diagnóstico correto e o consequente tratamento.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

O seu corrimento pode ser fisiológico (normal), principalmente pelo fato de não ter cheiro, ardência, nem prurido. Esta coceira logo após o uso de calcinhas de material sintético provavelmente se trata de alergia. Porém, tudo isto só poderá ser confirmado com um exame bem feito. Portanto, procure um ginecologista em quem você confie e colha seu preventivo. Aproveite e peça para ele lhe explicar sobre a vacinação contra o HPV.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

tenho secreção vargial desde os 13 anos hoje tenho 22 e ha alguns anos essa secreção mudou, esta com um leve mal cheiro,cor amarelada e o fluxo aumentou.Ha alguns dias teho sentido coceira encomodo nas relações sexuais,meu merido tambem tem sentido coceira. O que pode ser?

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Pode ser muita coisa. Você sabe que a sua dúvida é semelhante às dúvidas da maioria das mulheres que nos escrevem? Mas, infelizmente, esta é uma questão em que o exame ginecológico é fundamental, pois só ele pode nos orientar em relação a qual o melhor exame complementar a fazer. Portanto, o meu conselho é: procure se consultar com um bom ginecologista.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

Olá Doutor(a), bom... vou fazer 15 anos e desde pequena tenho um corrimento amarelado, com odor, bastante coceira e sempre vem em grande quantidade. Tenho vergonha de falar com a minha mãe sobre esses assuntos, não tenho coragem também de ir ao ginecologista. Tenho os pequenos lábios muito grandes e creio que vou ter que enfrentar uma cirurgia, a ninfoplastia, Não sei mais o que faço, por favor doutor(a), Me AJUDA!!
obs.: Nunca tive relações sexuais.

Anônimo disse...

ja tive dst, e fizemos tratamento, eu não tenho relaçoes com outra pessoa e em ele, depois de um tempo a dst pode voltar

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Infelizmente, para ser ajudada, você precisa ir ao ginecologista e ser examinada. Peça a alguma amiga de fé uma indicação de um ginecologista próximo de você.

Tenho certeza que você vai encontrar alguém em quem confie e que só assim poderá lhe ajudar.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

oi... tenho 18 anos nunca tive relação sexual com ninguém, mesmo assim sofro com o problema do tal do corrimento vaginal, isso me encomoda muito, nunca fui ao ginecologista pq tenho vergonha e tambem tenho vergonha de falar p minha mãe, o corrimento é esbranquiçado meio amarelado e tem um pouquinho de odor, preciso saber uma maneira de acaba com esse corrimento ja busquei respostas ate em livros e um dos que eu li dizia p amornar água, n me lembro a quantos graus..colocar numa bacia limpa é claro e depois sentar e ficar em torno de dez minutos, fazer isso uma vez somente caso os sintomas do corrimento volte repetir novamente o processo(isso dizia no livro), ja fiz isso umas duas vezes e não adiantou de nada continuo com o corrimento, por favor me ajudem, preciso de um tratamento que acabe com isso sem que eu precise ir ao ginecologista, estarei aguardando resposta, obrigada!!!

KENDRICK disse...

olá?!!pois tenho 17anos e faz muito tempo q tenho corrimento só q desses tempo pra cá ta almentano e esta vindo com um forte odor e tenhu vergonha d fala com minha mae sobre isso pq ela tambem é muita vergonhosa e nao tenhu nenhuma amiga d minha confiança,e nunca tive relaçoes sexuas,pois tenhu vergonha mas ñ quero recorrer a um ginecologista POR FAVOR ME AJUUUDE!!!!to com muito medo

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, Anônimo,

Como toda doença infectocontagiosa as DST podem retornar (reincidir) por dois motivos básicos: falha no tratamento (resistência ao antibiótico utilizado ou antibiótico inadequado) ou reinfestação (um dos dois parceiros não foi tratado adequadamente ...)

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá Kendrik,

Como sempre repito aqui no blo, é fundamental que você seja examinada. É impossível fazer qualquer coisa sem um exame ginecológico bem feito. Peça a uma amiga de verdade a indicação de um médico de confiança. Tenho certeza de que este é o melhor caminho para você. Boa sorte!

Saudações.
Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

anonimo

eu tenho 24 anos ñ fico mestruada todo mes ,estou com corrimento ,ja fiz exame mas meu medico ainda ñ descobriu o que eu tenho .eu quero decobri pq eu quero engravida a 2 anos e ñ consigo , meu esposo ja fez exame mas ele ñ tem nada .se puer e ajuda agradeco .

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, anônima,

Que tipo de exame você fez para diagnosticar esse corrimento? Preventivo ou cultura de secreção vaginal? Essa infecção pode estar atrapalhando sua fertiidade. O ideal é tratar corretamente o corrimento e, se mesmo assim você não engravidar, procure a ajuda de um especialista em fertilidade.

Atenciosamente,

Dra. Maria Cecília Erthal

Especialista em Reprodução Humana Assistida
CRM: 52.40866-0

socorro disse...

bom dia, tenho 22 anos tenho o mesmo parcero a 8 anos e nao tenho filhos ainda, e gostaria de saber se usar creme vaginal me ajuda a melhorar do corrimento branco, e dores no pe da barriga parecidas como colicas mestruais. sera ki posso usar qualquer tipo de creme vaginal. obrigado desde ja. to aguardando sua resposta.

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Desculpe-me, mas, como médico, não posso lhe recomendar um creme vaginal qualquer, ainda mais sem examiná-la. É fundamental que você procure um ginecologista para ser examinada e receber uma receita adequada para o seu problema.

Boa sorte e saudações,

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e obstetra
CRM 52-37.574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, anônima, (perguntad postada em 27 de abril)

Não existe uma 'receita mágica'. É mesmo fundamental que você seja examinada. Solicite a uma amiga em que você confie a indicação de um médico de confiança. Tenho certeza de que este é o melhor caminho para você. Boa sorte!

Saudações.
Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

olá,
tenho 21 anos, tenho parceiro fixo á 5 anos, e estes dias notei que estou com um corrimento leve, branco leitoso, em pouca quatidade (só notei ao vefificar com o dedo, pois não é o bastante para manchar a calcinha) e não tem odor, ele apenas coça bem pouco e causa um leve desconforto,e também sinto muita vontade de urinar, mas na realação sexual, o desconforto se torna insuportavel, gerando muita ardência. o que pode ser? e o que devo fazer, meu parceiro também precisará de tratamento? obrigada