Sobre o que você quer saber?

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Cólicas menstruais: você não precisa sofrer com elas

Doloridas e desagradáveis, as cólicas acompanham o ciclo menstrual da maioria das mulheres. Cerca de 65% das brasileiras declaram sentir cólicas regularmente. Em média 30% das que afirmam sofrer deste incômodo chegam a perder pelo menos um dia de trabalho por mês devido à incapacidade gerada pela dor.

As cólicas são resultado da contração involuntária dos músculos uterinos. Elas acontecem porque, durante a menstruação, o organismo faz com que o útero se contraia para evitar uma perda muito grande de sangue, resultado da eliminação do endométrio; camada interna do útero que foi preparada durante o ciclo menstrual para receber uma possível gravidez e não tendo acontecido a fecundação, é expelido. Geralmente, as dores passam com analgésicos leves ou com o fim da menstruação, e desde que não interfiram na rotina da mulher, podem ser consideradas normais.

Mas se essas dores forem excessivas ou aumentarem de intensidade repentinamente, é preciso tomar cuidado! Ainda mais se elas vierem acompanhadas de sintomas como enjôos, diarréia, desmaios ou queda de pressão. Tudo isso pode ser indício de doenças ginecológicas, como miomas, infecções e tumores, problemas que, se não tratados, podem piorar e resultar na infertilidade da mulher.

O alívio, no entanto, pode estar mais próximo do que se imagina. Quem sofre com o problema deve saber que, em todos os casos, já é possível prevenir e tratar as cólicas menstruais. Basta procurar um especialista, que, primeiramente, avaliará se não há outras doenças relacionadas à causa da dor. Descartada essa hipótese, dependendo do quadro clínico da paciente, é possível escolher entre duas novas opções terapêuticas, com aproximadamente 90% de eficácia. A primeira delas é evitar a ovulação, com o uso de anticoncepcionais hormonais tomados, preferencialmente, sem interrupção; e a segunda é amenizar a ação das prostaglandinas, uma espécie de hormônio que fazem parte da composição dos lipídeos, responsáveis pela contração do útero, por meio de antiinflamatórios não-esteróides.

Além dos tratamentos indicados pelos médicos, as mulheres que sofrem com as cólicas também podem contar com a ajuda de tratamentos não-medicamentosos, conhecidos também como tratamentos alternativos, para amenizar as dores. Uma boa opção é a acupuntura, que aumenta os níveis de serotonina e relaxa os músculos uterinos, diminuindo a dor. Isso sem falar naquelas técnicas que nossas avós sempre recomendavam e que surtem efeitos parecidos, como aplicar uma bolsa de água quente sobre o ventre e a prática de massagens no local.


Assim, é possível perceber que, com tantos tratamentos eficientes, não é difícil se livrar das cólicas. Mas é fundamental ter em mente que a prevenção ainda é o melhor caminho para atingir esse objetivo. Por isso, além de procurar seguir uma alimentação leve e balanceada durante o período menstrual, vale a pena investir na prática de atividade física, tanto antes quanto durante a menstruação, pois o exercício aumenta a circulação sanguínea, inclusive no útero, o que ajuda a melhorar as dores.

Por Dr. Humberto Tindó
Chefe do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Quinta D'Or

Clique no ícone e ouça o Dr. Humberto Tindó falando sobre a cólicas menstruais



60 comentários:

Anônimo disse...

Eu sinto muita cólica! É verdade que tem alguns alimentos que a gente deve evitar para diminuir as cólicas?

Espaço Saude Da Mulher disse...

As causas deste mal-estar são variadas e podem estar associadas a disfunções ou lesões do aparelho reprodutivo feminino ou ainda serem decorrentes de outros fatores, como contrações intensas para a saída do sangue menstrual. De uma forma ou de outra, quem convive com os efeitos da famosa cólica pode amenizá-los servindo-se de medicamentos - indicados por um ginecologista de confiança - ou da própria alimentação. Confira agora alguns dos alimentos que podem ajudar você a contornar este incômodo e passar por "aqueles dias" de bem com a vida:

Hortaliças

Uma dica para diminuir os efeitos da cólica menstrual é optar por alimentos enriquecidos com cálcio e magnésio, dentre eles o agrião. Neste caso da cólica menstrual, recomenda-se utilizá-lo em salada preparada com folhas cruas e temperada com azeite de oliva, sal e limão. Outra opção é preparar um suco com as folhas e tomar 250 ml, de manhã e em jejum. A bebida também pode ser feita com hortaliças como couve e espinafre, mas neste caso deverá ser ingerida 30 minutos antes do almoço.

Frutas

Dentre as frutas que ajudam no combate à cólica menstrual, encontra-se o abacaxi, outra fonte de sais minerais e das vitaminas A, B e C. Do seu caule pode ser extraída uma enzima proteolítica chamada bromelina, uma substância que não só auxilia na digestão dos alimentos, mas também funciona como antiinflamatório, diminuindo as dores sentidas durante o período menstrual e os dias que o antecedem. Há ainda o maracujá - outra fruta que ajuda a diminuir esse mal-estar - o ideal é fazer um chá com as folhas e raízes, colocando 20 g para cada litro de água. Uma xícara da bebida deverá ser ingerida 3 vezes ao dia.

Atenciosamente,
Dr. Humberto Tindó

Anônimo disse...

sofo com colicas menstruais a mt tempo, e uma medica me falou para evitar cocolate, cafeina, refrigerantes, e derivados do leite. gostaria de saber se isso realmente funciona, já que é também nessa epoca que sinto mais vontade de comer essas coisas...
obrigada Lorena

Espaço Saude Da Mulher disse...

Olá, Lorena,

A gordura aumenta os níveis de estrógeno. Quanto mais gordura existe no organismo, mais estrógeno seu corpo produz. Se você diminuir a quantidade de gordura que ingere, a quantidade de estrógeno também cairá e, consequentemente, as cólicas diminuirão. A alimentação que contém muita fibra, ajuda o organismo a se livrar do excesso de estrógeno. Evitando produtos de origem animal, mantendo o nível de óleos vegetais ao mínimo e ingerindo bastante alimentos ricos em fibra, você reduz naturalmente os efeitos do estrógeno no útero. Coma bastantes cereais integrais, legumes, verduras e frutas e evite aves, carne vermelha, ovos e laticínios. É preciso evitar também molhos de salada gordurosos, batata frita, manteiga, margarina e óleos industrializados. Até mesmo pequenas quantidades desses alimentos ingeridos no decorrer do mês podem provocar sintomas durante o período menstrual. O chocolate é muito gorduroso, assim como os laticínios; já a cafeína e os refrigerantes tipo "cola" possuem estimulantes que podem acentuar as cólicas menstruais; tente evitá-los. A prática regular de exercícios físicos também pode ajudá-la.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Isabel disse...

sinto muito cólica,á algum tempo e nenhum médico descobre o que é;cólicas fora do período menstrual,fortes dores nas costas,as vezes enjôo ..uma série de sintomas que os médicos que eu vou não descobre,gostaria de uma opinião .Será que tenho endomentriose?

Espaço Saude da Mulher disse...

A cólica é um sintoma muito importante, principalmente no diagnóstico da endometriose. Mas na endometriose os sintomas aparecem e/ou se acentuam exatamente no período menstrual e tendem a ser progressivas. O enjôo é consequência reflexa da dor muito forte. Por serem fora do período menstrual, deve-se investigar afecções fora do aparelho genital. As possibilidades são: colites, litíase urinária, compressão de raiz nervosa por patologia da coluna vertebral, etc. Infelizmente, você deve novamente procurar um médico de confiança.

Atenciosamente,
Dr. Humberto Tindó

adriana disse...

BOA NOITE!ESTOU COM ANEMIA E TOMO DIANE A 1 ANO COMO AS INJEÇÕES DE NORIPURUM NÃO ESTÃO CONSEGUINDO CONTROLAR O MEDICO ACONSELHOU TOMAR O DIANE SEM INTERROMPER A CARTELA P/NÃO MENSTRUAR.ACONTECE QUE FAZ DOIS MESES QUE COMECEI E ESTOU SENTINDO MUITA COLICA E DOR NA BARRIGA.E COMO SE FOSSE MENSTRUAR.ESTOU TOMANDO PIROXICAM MAS NÃO ALIVIA.FIZ EXAMES E DERAM NORMAL.SÓ GOSTARIA DE SABER O PQ DAS COLICAS.SERÁ QUE COM O PASSAR DO TEMPO ELAS DIMINUEM.AGRADEÇO PELA ATENÇÃO.SERÁ QUE

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, Adriana,

Você ainda está tomando o Noripurum? Pode ser ele o responsável pelas cólicas (e elas são intestinais), mesmo que esteja sendo tomado por via INTRA MUSCULAR. O esperado era que o tratamento surtisse efeito. Tente conversasr com o seu médico, pois é muito difícil dar uma opinião sem examiná-la.

Saudações.

Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Mayra disse...

Bom Dia
Já cheguei a tomar 6 Ponstan em um dia por não aguentar de cólica,Já troquei de anticonsepcional diversas vezes, mas minha mestruação NÃO regula e a cólica também não.
Certa vez minha menstruação durou 3 meses seguidos, sendo que minha médica não conseguia achar o problema.
Não sei mais o que fazer, pois desde que menstruei pela primeira vez sou totalmente desrregulada e com fortes cólicas.
Quero dormir sussegada a noite.
Não sinto fome,e antes durante e depois da mesntruação sinto como se um "trator" tivesse passado sobre minhas coxas e a parte inferior da barriga.
Já pensei em tomar o medicamento para não mestruar mais, porém sei que a menstruação também serve para renovar o organismo feminino, mas não sei mais o que fazer.
Obrigado

Espaço Saude da Mulher disse...

Mayra.

Você precisa de uma investigação apurada e a hipótese diagnóstica mais provável é a de ENDOMETRIOSE pélvica. São 2 os principais métodos de diagnóstico: videolaparoscopia e ressonância magnética da pelve. Não podemos nos esquecer de pensar em outras hipóteses como: infecção, estreitamento do colo uterino, etc. Enquanto isto, a associação de um anti-inflamatório não hormonal com hormônios que a fizessem parar de menstruar poderiam ajudá-la a amenizar seu sofrimento.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...

Tenho 28 anos,ha 4 anos atras comecei a sentir dores fortes durante o periodo da menstruação, ha dois anos atras engravidei e perdi com 2 meses.pelo q li sobre a endometriose tenho todos os sintomas. tendo a endometriose tenho chances de engravidar novamente?

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

A endometriose, com certeza, é uma doença que diminui a capacidade reprodutiva da mulher acometida. O que acontece, na realidade, é de difícil previsão pois depende de muitos fatores, tais como: local acometido; extensão da doença; classificação, possibilidades terapêuticas e etc. Só depois de uma abordagem diagnóstica adequada e que se pode falar de rognóstico reprodutivo.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...

eu sinto muiiita colica e dor nos seios quando esta pra vir a menstruação, mas esse mes senti muiita colica e ainda nao veio esta atrasada a 5 dias. será que eu estou gravida?

Espaço Saude da Mulher disse...

O primeiro passo é mesmo fazer um teste de gravidez, para ter certeza do que está acontecendo.

Att.
Dra. Maria Cecília Erthal
Ginecologista especializada em reprodução humana assistida

verena disse...

olá, meu nome é verena e estou ficando louca com as cólicas.. já tomei quase 10 ponstan hj.. cada mês sinto uma grande piora nas dores. Antes sentia as piores dores no dia q ELA descia, esse mês porém já estou a 3 dias sentindo fortes dores e ela ñ desce.. eu ñ suporto +. Não entendo q está cada vez mais dificil. Fui diagnosticada com ovários poli. quando tinha 16 anos, o médico recomendou anticoncepcional mas eu gostaria d saber s ñ existe tratamentos alternativos?

Isabel disse...

Gostaria de saber se esse novo método pra detectar a endomentriose já está disponível nos consultórios médicos?tenho todos os sintomas e minha médica a principio pediu pra eu tomar pílula direto sem interrupção caso não passe minhas cólicas ela vai pedir uma laparoscopia, mais tenho medo de fazer, pois já li q os riscos são grandes. Gostaria de sua orientação pois minha amiga se operou com o senhor..

Espaço Saude da Mulher disse...

Isabel,

Acredito que o novo método de diagnóstico da endometriose que você fala seja a ressonância magnética da pelve. Não é capaz de fechar um diagnóstico definitivo, mas sugere fortemente e faz uma excelente localização das lesões, um verdadeiro mapeamento. Isto ajuda muito até para podermos planejar a abordagem pela laparoscopia, que se trata de um método bastante seguro e moderno, apesar dos riscos existentes. Continue perseverando pois nas doenças crônicas isto é fundamental.

Saudações.
Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9
Ginecologista e obstetra

Espaço Saude da Mulher disse...

Verena,

Os seus sintomas são fortemente sugestivos de uma endometriose pélvica e por isso merece uma abordagem médica adequada: entrevista completa, exame físico detalhado e exames complementares específicos, como a ultrassonografia, a ressonância magnética, a laparoscopia...
Peça indicação do nome de um ginecologista que esteja acessível. Você está precisando de ajuda especializada.

Boa sorte e saudações.

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e obstetra

Anônimo disse...

Dr. Booa Noite !
Meu nome é Alice , e tenho muitas cólicas menstruais , quando estou menstruada , me sinto tonta , com enjôo , não consigo nen sair da cama , fora as dores horríveis na parte da bexiga .
Eu li os comentarios anteriores , e fiquei entereçada em saber oque tenho . E sempre quando vou a uma ginecologista , ela diz que não tenho nada e que isso é normal aê me passou Postan , mas não adiantou nada , pois parece que não tomei nada , as dores continuam iguais . Queria saber se poderia me ajudar a saber oque tenho na real .
Obrigado(a)!

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, Alice.

Pelo que você relata, é possível pensar em muitas causas. Não posso ajudá-la sem que você seja examinada. É necessário que você procure um bom ginecologista para lhe ajudar.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
Chefe do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Quinta D'Or
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...

sinto muitas colicas , todo mês é a msm coisa , desmaio , vomito , é orrivel , já fui já giconologista fiz varios exames e ñ enho nada , ñ sei mas o q fazer , e tem mas ou menos 1 ano e meio q venho tentando engravidar e ñ consingo , será q essa colica pode envolver algum caso de infertilidade em mim?

Espaço Saude da Mulher disse...

A primeira coisa a se pensar no seu caso é em endometriose. Converse com o seu ginecologista sobre isso, para que ele faça uma pesquisa direcionada para essa patologia.

Dra. Maria Cecília Erthal
Ginecologista e obstetra
Especialista em fertilidade
CRM 52 40866-0

Anônimo disse...

Tomo anticoncepcional menstuo normal, mas estou nem na metade da cartela e me deu tipo de uma cólica muito forte, como se estivesse machucado, umas pontadas fortes, o que pode ser?

Anônimo disse...

Olá, sinto dores fortes de cólica acompanhadas de mal estar, vomitos e queda de pressão, que as vezes me fazem perder um dia de trabalho. Minha menstruação é regular, e essas dores aparecem logo no início,aumentando progressivamente e dura cerca de 3 horas. Observei que esses sintomas não acontecem todos os meses; tipo, passo uns 3 meses seguidos sem sentir nada, depois outros 3 meses com essas dores. Será que é problema nos meus hormonios?

Espaço Saude da Mulher disse...

Uma cólica isolada provavelmente não tem nada a ver com o aparelho genital, em função do eixo hipotálamo-hipófise-ovário estar "bloqueado" pela pílula. É bom lembrar que as cólicas podem ter origem em outros órgãos como intestino, ureter, bexiga, etc.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Não creio que sejam problemas nos hormônios. A mulher não tem que funcionar como se fosse um relógio. Existem muitas variáveis que interferem no funcionamento dos ovários e no ciclo menstrual. O fenômeno não se repete igualzinho todos os meses; são cheios de variações. O mais importante é que seus ciclos são regulares. Isto mostra que a sua função ovariana está bem. As mulheres são cíclicas. Esta é a sua fisiologia. É preciso aceitá-la.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...

Olá, estou com cólicas há 3 dias (desde sabado) e domingo só sangrou um pouco, quando foi hoje (segunda) não tinha nada, so uma coloração amarelada. Gostaria de saber o que poderia ser isso, sendo que no mes de fevereiro o ciclo veio no dia 7 e foi embora dia 12. Gostaria de saber também se tem como engravidar 2 dias depois da menstruação ir embora.
Atenciosamente,

Eu.

Espaço Saude da Mulher disse...

Prezada internauta,

O primeiro passo é fazer um teste de gravidez. Esse periodo não é propicio à gravidez, por isso a chance de engravidar é muito pequena.

Atenciosamente,
Dra. Maria Cecília Erthal
Ginecologista especializada em reprodução assistida

Anônimo disse...

É normal ter cólicas fora do período mestrual?

Espaço Saude da Mulher disse...

Não é normal. A não ser se for a dor da ovulação, que, em geral, acontece no período do meio do ciclo.

Dra. Maria Cecília Erthal
Ginecologista e obstetra

Anônimo disse...

ola , eu estou sentindo muita colica e esta fora do meu periodo menstrual , eu tomo anticoncepicional e sei que isso não e norma!!isso tem alguma causa , fica sentindo colicas fora do periodo menstrual?

Espaço Saude da Mulher disse...

A cólica não é um sintoma específico dos órgãos genitais femininos. Várias outras vísceras, como intestino e ureter, podem promover este sintoma. Em situações assim é fundamental um bom exame clínico. Procure um médico.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...

Me chamo Vivian tenho 24 anos, minha menstruação é desregulada as vezes fico até três meses sem menstruar, e em alguma vezes sinto muita colicas, inclusive com enjoo e vomit.
Não tomo nenhuma pilula mas ouço falar muito sobre tomá-las continuamente, no entanto tenho receio. Quais são as consquencias dessa tecnica.
att

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, Vivian,

A utilização de um anticoncepcional hormonal oral combinado (estrogênio + progestágeno), contínuo ou intervalado, pode ser uma ótima opção para o seu caso. Mas, como todo remédio, é preciso que você obtenha esta prescrição numa consulta com um ginecologista, que avaliará riscos e benefícios, explicará detalhadamente como tomá-lo e esclarecerá outras dúvidas, além de acompanhar, no início, a possibilidade de alguns efeitos colaterais que, por ventura, possam surgir. Boa sorte!

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9

Anônimo disse...

a minha mestruação sempre foi desregulada.. a ultima ginecologista em que fui me diagnosticou com falta de ovulção.. por isso nao menstro sempre. mas qdo menstro fico meses seguidos menstruada e preciso controlar com remedio. A pouco tempo comecei a tomar a injeçao mesigyna, e tenho sentido muitas colicas, que ja duram 4 dias.

pode ser endometriose? por que qdo a menstruação vem dura tanto tempo?

Daniel disse...

Minha namorada trocou de antianticoncepcional a alguns dias(orientacao do medico) desde entao, a +- 2 semanas ela vem tendo sangramentos e fortes colicas, alguns dias ela fica sem sangramentos ms as colicas continuam... gostaria se saber oq pode ser? anticoncepcional pode nao estar funcionando, risco de gravidez?

*Consulta no meico ja foi marcada, mas eh daqui uns dias e estou preocupado

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Para quem tem menstruação irregular, o ideal é usar anovulatório oral e não injetável, pois pode piorar essa irregularidade.

De toda forma, sugiro que busque uma segunda opinião médica que investigue a fundo as causas do problema.

Dra. Maria Cecília Erthal
Ginecologista e obstetra

Espaço Saude da Mulher disse...

Bom dia, Daniel,

Parece-me que os sintomas que vc. está relatando não estão necessariamente relacionados com a troca do anticoncepcional. O ideal é que vocês entrem em contato com o médico que a atendeu e, provavelmente, ele deverá querer vê-la.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó

Tati disse...

Comecei a tomar anticoncepcional em 2001, até 2007 fiz apenas 2 pausas de um mês mais ou menos, pois tenho ovário policístico e uso Diane 35. Em 2007 fiz uma pausa de 6 meses, retornando em 2008 e não parando até então. Na última consulta ao ginecologista, a Dra. suspendeu o anticoncepcional por 03 meses pois a última ultrassonografia ainda apresentou um pequeno cisto.Parei no último mês. Hoje fazem 12 dias da última menstruação e estou sentindo cólicas, que não sentia há muito tempo. Isso é normal?

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, Tati,

Não chamaria de normal, pois não consigo pensar que dor é normal, mas, de qualquer forma, é comum, é frequente e não significa, necessariamente, uma doença, uma patologia. Preste atenção no seguinte: se essas cólicas estão ficando cada vez mais intensas ... Enquanto isso, tenha um pouco de paciência, confie e estreite um pouco mais o relacionamento com a sua médica.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37574-9
Ginecologista e obstetra

thayane disse...

Sinto cólicas muito fortes, na maioria das vezes sinto enjôos, dores e cabeças e acabo por fazer vômito. já tomei diversos tipos de remédios indicados por médicos. já não sei o que fazer para poder amenizar a dor.

Anônimo disse...

olá,
sinto colicas no meu periodo mestrual, mas elas não são tão fortes assim, são suportaveis, mas o que me incomoda são os enjoos, a dor nas costas, dores de cabeça muito fortes e um ciclo que mais parece uma emorragia nos primeiros dias, já não sei mais o que fazer, sou casada já fui ao ginecologista;e a 1 ano parei de tomar anticoncepcionais para engravidar e até agora nada, sinto que a algo de errado mesmo com meu ginecologista dizendo que está tudo ok. mas porque não consigo engravidar. por favor me ajude pois estou com medo de não conseguir realizar meu sonho. meu nome é vanessa e tenho 23 anos

Espaço Saude da Mulher disse...

Vanessa,

Tenha calma pois você é muito jovem e isto é muito importante no que diz respeito ao seu sonho de ter um filho. As suas queixas são sugestivas de várias hipóteses e para confrontá-las seria necessário fazer vários exames complementares. Sugiro que você procure um Serviço de Ginecologia que possa lhe reavaliar, escutá-la melhor, examiná-la detalhadamente, traçar um planejamento...

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Julia Paula disse...

Olá meu nome é Luciana.

Eu tenho minha mestruação todo mês mais é desregulada,meus primeiros sintomas são prisão de ventre,colica muito forte,é depois que vem a mestruação me dá diáreia todo mês tenho a mesma o que poderia ser ?

Obriagada
Luciana

Anônimo disse...

Olá,

Nos últimos anos eventualmente tenho tido fortes cólicas à noite. Sem nenhuma relação com o período menstrual. Elas estão sempre relacionadas com algum sonho erótico de quando estou dormindo.

A dor não é espasmódica, é constante e terrível e só pára quando o analgésico faz efeito.
A dor sempre vem acompanhada de vontade de evacuar, enjôo (a ponto de vomitar), queda rápida de pressão.
Até agora os dois médicos que consultei acharam "normal".
Mas não tem nada de normal nisso.

Espaço Saude da Mulher disse...

Cara Thayane,

Cólicas assim tão fortes necessitam de uma investigação melhor, pois a hipótese de endometriose pélvica é muito forte. Não é possível fazer diagnósticos só com o que você descreve. É fundamental que você procure um ginecologista de confiança.

Saudações.,
Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e obstetra

Espaço Saude da Mulher disse...

Cara Luciana,

Em primeiro lugar, se a sua menstruação vem todo mês, ela não é tão irregular assim. Os ciclos têm pequenas variações que podem resultar em datas sempre diferentes. Os seus sintomas podem ser fisiológicos, mas um bom exame físico (exame feito pelo ginecologista) poderá esclarecer muita coisa, ou até indicar a realização de outros exames.

Saudações,
Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá, Anônimo,

O fato das suas queixas não terem uma regularidade, ou não estarem relacionadas ao ciclo menstrual coloca a hipótese de endometriose num segundo plano. O sonho erótico e/ou o orgasmo podem provocar contrações espasmódicas da musculatura uterina e dessa forma justificar os seus sintomas. Sem examiná-la, fica muito difícil dizer mais do que isso, por isso o meu conselho é que você peça a indicação de um ginecologista de confiança a uma amiga.

Saudações,
Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

Oláa, entãao queria tenho uma duvida , eu tenho relações sexuais com o meu namorado , uma delas eu fiquei com medo de engravidar e tomei a pilula do dia seguinte , minha mestruação veio corretamente naquele mês não atraso nenhum dia . mais agora to sintindo mta colica , o que será q esta avendo ?

Espaço Saude da Mulher disse...

Olá,

O fato de você estar sentindo dor pode não ter nada a ver com a tomada da pílula do dia seguinte, mas isto significa que você precisa ser examinada. Procure um ginecologista que você confie.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e obstetra
CRM 52-37.574-9

deena disse...

SINTO MUITA COLICA 10 DIAS ANTES DE MENSTRUAR E FORTES DORES NA PERNA E NA REGIÃO DA BACIA FORA Q QUANDO MENSTRUO MINHA MENSTRUAÇÃO E MUITA NÃO POSSO NEM TOSSIR Q PARECE Q O SANGUE SAI AINDA MAIS,VOU EM MEDICO DE POSTO NÃO TENHO UM CONVENIO E ELES NÃO DESCOBREM NADA ESTOU COM ANEMIA POR PERDA DE FERRO E ELES DIZEM Q NÃO PODEM PASSAR SULFATO FERROSO PRA MIM POIS TENHO ANEMIA POR PERDA E NÃO POR FALTA O Q FASSO O Q TENHO ME DA UMA LUZ. DESDE JA AGRADEÇO. DEENA

Anônimo disse...

Eu toma pílula a 2 meses direto, e há uma semana tenho sentindo cólicas, mais eu não parei de tomar as pílulas, ainda estou tomando. e ontem desceu um pouquinho de sangue mais parou na hora. e tenho relações normais com o meu namorado. confesso
que não tomo as pílulas no horário certo. há algum risco. o que significa? é normal?

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

É muito difícil para nós medicos traçarmos uma conduta de tratamento de um paciente que não examinamos. Pelo que você está me relatando, penso em muitas coisas e, consequentemente, só poderia sugerir um tratamento depois de avaliá-la.

Saudações,
Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Não há problema nenhum. Continue tomando sua pílula sem interrupção e, se após o 3º ou 4º mês, continuar acontecendo este "escape do tipo borra de café", procure seu ginecologista.

Saudações.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Bia disse...

Olá, Doutor!

Tomo o anticoncepcional Elaniciclo a quase dois anos. No dia em que tomei o quinto comprimido da cartela, tive relação. No dia em que tomei o oitavo comprimido, após 3 horas, fui ao banheiro e evacuei; minhas fezes estavam um pouco mais pastosas do que normalmente. Não sabendo se isso se classificaria como uma diarréia (acho que não), como tenho muito medo de engravidar agora, ingeri mais 5 comprimidos. Nos dois dias seguintes, para que a diferença hormonal não fosse tão grande, ingeri 2 (o segundo no mesmo horário em que tomei os 5). Depois, voltei a tomar, normalmente, um comprimido por dia, no horário habitual. Desta forma, corro algum risco em relação a relação que tive anteriormente? Estou segura durante o resto da cartela?

Atenciosamente,
Bianca.

Espaço Saude da Mulher disse...

Cara Bianca,

A forma como você agiu não está completamente errada, mas digamos que foi um pouco exagerada. Não posso afirmar que você NÃO corre risco, mas com certeza o risco de ter engravidado é muito, muito, muito, muito pequeno. A minha orientação é para que você procure ter acesso a um ginecologista que possa lhe explicar pessoalmente e com mais detalhes as técnicas e os métodos anticoncepcionais.

Atenciosamente.

Dr. Humberto Tindó
CRM 52-37.574-9

Anônimo disse...

Tenho exatamente o mesmo problema incompreensível que a pessoa que fez o comentário que copiei mais abaixo. Não tenho conhecimento de outras pessoas que tenham isso (primeira vez que vejo um comentário que descreve tão bem o que acontece comigo) já conversei com um ginecologista sobre o problema, foram feitos exames de sangue, já fiz várias ultrasonografias endovaginais, faço exames de prevenção a cada seis meses e os resultados são sempre normais, o próprio ginecologista descartou qualquer problema e não me deu nenhuma resposta, continuo a sentir essas dores insuportáveis. Se alguém tem o mesmo problema e conseguiu alguma resposta, peço uma orientação, um caminho qualquer para me guiar pelo menos a como buscar a solução do problema, que sinceramente, tem sintomas muito específicos, não entendo como não tem uma explicação.

"...Nos últimos anos eventualmente tenho tido fortes cólicas à noite. Sem nenhuma relação com o período menstrual. Elas estão sempre relacionadas com algum sonho erótico de quando estou dormindo.A dor não é espasmódica, é constante e terrível e só pára quando o analgésico faz efeito. A dor sempre vem acompanhada de vontade de evacuar, enjôo (a ponto de vomitar), queda rápida de pressão.
Até agora os dois médicos que consultei acharam "normal".
Mas não tem nada de normal nisso..."

Anônimo disse...

Há quase dois meses minha menstruação esta bastante irregular,parei de tomar pilula a quase dois anos e não me previno a não ser botando pra fora esse mes minha menstruação atrasou nove dias e veio acompanhada de muita dor e enjoos,sendo que mais ou menos uns 4 dias antes eu tava enjoando muito posso estar gravida?quando posso fazer o exame?

Espaço Saude da Mulher disse...

Minha cara,

Certamente a excitação, que promove um aumento do fluxo sanguíneo e um intumescimento dos órgãos pélvicos, é a responsável por tal sintoma. Você precisa ser bem examinada, até para que algum dado colhido oriente a realização de exames complementares. Não desista. Tente achar um médico recomendado por alguma pessoa de confiança pois, no meu entender, este é o melhor caminho a ser tomado.

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e obstetra
CRM 52-37.574-9

Espaço Saude da Mulher disse...

(resposta a 'anônimo', 25 de maio)

Minha cara,
Vc pode estar grávida, sim. O mais adequado seria procurar atendimento médico, mas penso que deveria fazer, pelo menos, um teste de gravidez urinário (desses de farmácia).

Saudações,

Dr. Humberto Tindó
Ginecologista e obstetra
CRM 52-37.574-9